Entrevista sobre O Binóculo, vencedor do Prêmio PQN de Ouro de melhor conteúdo web

4 comentários
Conforme prometido, o blog Mercado Web Minas realizou esta semana uma entrevista com Rodrigo Saturnino e Alan Terra, editores responsáveis pelo site vencedor do Prêmio PQN de Ouro na categoria Melhor Portal, conteúdo WEB ou empresa especializada em conteúdo WEB, O Binóculo. Confira:

(Puzzle dos atuais colunistas de O Binóculo. Clique para ampliar)



MWM. Como surgiu a idéia d'O Binóculo?

O Binóculo surgiu há quatro anos, quando estávamos no terceiro período da faculdade de jornalismo. Foi criado com o intuito de ser um lugar onde poderíamos experimentar a prática do jornalismo a partir de um veículo que mantivesse aspectos editoriais independentes em relação à grande imprensa. No princípio os participantes utilizavam materiais produzidos no curso e textos que não haviam sido publicados em outros veículos.

MWM. Quais foram as dificuldades iniciais?

A primeira dificuldade se relacionava com o nível de aceitação dos alunos. Grande parte não havia aderido ao formato de produção e publicação de texto em mecanismos on-line. Essa dificuldade foi ultrapassada quando alunos interessados resolveram juntar as idéias e consolidar o projeto inicial. Logo após, vieram os problemas de manutenção financeira e técnica do produto, que se ligava com a falta de experiência que alunos de jornalismo têm para gerir o próprio negócio. Sentíamos que na Faculdade, a classe de jornalistas era a única despreparada para ser um gestor, diferente dos cursos de Publicidade e Relações Públicas. Os jornalistas eram preparados para estarem submissos à redação ou similar, com a função de produzir material encomendado. Esse fato aumentou nosso interesse em gerenciar o próprio veiculo de comunicação que mantivesse um aspecto independente, e nesse processo tivemos muitos desacordos entre a equipe e erros na gestão do produto. Os anos de insistência contribuíram para que alguns pontos fossem superados.

MWM. Quais outros projetos web a política Pública mantém?

A Política Pública Comunicação é a empresa que subsidia o funcionamento do site porque está ligada a um dos editores do site. A necessidade de formalizar o site como um produto registrado e legal fez com que a Política Pública tomasse à frente nesse sentido, com a garantia de que ela, enquanto empresa, não pudesse interferir nos objetivos do site e no seu modelo de negócios. A Política Pública mantém O Binóculo como um dos seus principais produtos web. Entretanto, como prestadora de serviços na área da assessoria de comunicação integrada, desenvolve projetos de newsletter e sites para seus clientes, como Biominas, Inced, Jornal HOJE EM DIA, entre outros.

MWM. Quais são as informações básicas sobre acessos mensais?

O Binóculo tem um público muito segmentado e sua divulgação é feita nos círculos de amizades off e on-line. O teor dos textos, por se apresentar como extremamente opinativo, contraria muitos leitores acostumados com um texto “imparcial”, que somente o informa, típico dos veículos tradicionais. Como em O Binóculo o juízo de valor é sua maior característica, o risco de um leitor que conhece o site pela primeira vez não gostar da opinião de um colunista é muito grande, e isso pode reduzir o número de freqüentadores. Ao contrário também, esse risco contribui muito quando o caminho é inverso. Se um leitor se identifica com a opinião de um dos colaboradores, certamente é fidelizado pela opinião que compartilha com quem escreve. O número de acessos mensais gira em torno de 15 mil pageviews e 4 mil acessos únicos. Esse valores, apesar de não constituírem o topo da visibilidade na internet, tornam-se consideráveis visto que nunca houve nenhuma campanha publicitária ostensiva, prendendo-nos apenas com o famoso boca-a-boca.

MWM. O site se mantém com quais modelos de negócio?

O Binóculo é uma plataforma de trabalho colaborativo. Como na ideologia do Open Source, o site funciona a partir do voluntariado e da colaboração de pessoas interessadas em escrever, publicar, opinar e construir alguma coisa, sejam jornalistas ou não. Os colaboradores têm formação em diversas áreas profissionais e chegam até o site por alguma indicação ou convite de outros colaboradores. A administração é feita por dois editores, registrados como jornalistas responsáveis e os investimentos financeiros são, geralmente, advindos dos recursos pessoais dos envolvidos no projeto ou de contribuições esporádicas de algum parceiro. A construção do site, desde sua concepção gráfica até a edição dos textos é realizada por pessoas voluntárias. Ninguém recebe nada por isso, só prêmios, claro. (Risos).

MWM. Como participar com textos no site?

Para participar d´O Binóculo basta enviar algum material para que a redação possa avaliar.

MWM. O que representa a conquista do Prêmio PQN de Ouro para a equipe?

A conquista deste prêmio, o segundo da nossa carreira como profissionais, representa reconhecimento do nosso trabalho e a possibilidade de um futuro promissor para o projeto. Representa também que o trabalho jornalístico não depende de conglomerados e que as idéias não dependem unicamente de grandes quantias de investimento financeiro. Quando ficamos sabendo da indicação ao Prêmio PQN, começamos a rir por imaginar que nos colocariam em disputa ao lado de empresas consolidadas no mercado e com objetivos estritamente comerciais. Receber o primeiro lugar representou também uma conquista do jornalismo independente e um sinal de cansaço por parte dos leitores que se estafaram com o modelo de produção de notícias que a grande mídia absorveu.

MWM. Vocês chegaram a fazer alguma campanha para angariar votos?

Não. Nenhuma.

MWM. Onde funciona o site e quem faz parte da equipe?

O site não depende de um lugar físico e anda dentro do computador de um dos editores, que cuida da parte técnica do site. Por onde ele vai, o site vai junto no seu notebook. Nesse caso o site conta com dois editores, o Alan Terra e o Rodrigo Saturnino. O Alan cuida da edição dos textos e representa o site no Brasil e como o Rodrigo mudou-se para Lisboa onde faz um mestrado em Comunicação, de lá ele administra o site e comunica-se com todos os envolvidos através de ferramentas on-line. Como está ligado juridicamente à Política Pública Comunicação, a sede física de O Binóculo é a Sala 203 do número 602 da rua Fernandes Tourinho, na Savassi em Belo Horizonte.

Assista ao vídeo de agradecimento da equipe d'O Binóculo pela conquista do Prêmio PQN de Ouro de Melhor Portal de Conteúdo:


4 comentários :

Elisandra Amâncio disse...

Muito legal o trabalho do portal O Binóculo! Parabéns para essa galera! Parabéns pela entrevista Sander.

Ah, linka o Verdadeiro Jornalismo aê... http://verdadeirojornalismo.blogspot.com O Mercado Web Minas já está lá. Abs!

Marcelo Sander disse...

Feito! Obrigado, Elisandra.

Marcelo Sander disse...

Feito! Obrigado, Elisandra.

Rodrigo Saturnino disse...

A equipe de O Binóculo agradece ao seu apoio Marcelo! Boa iniciativa. E aproveito para convidar os interessados em participar do Projeto. Sáo bem-vindos!!! Valeu!
Rodrigo